Pastoral da Pessoa Idosa

sexta-feira, fevereiro 10, 2012

* A PPI na cidade de Ipu se iniciou oficialmente no dia 05 de maio de 2006 com a capacitação da primeira turma de líderes que aconteceu na escola Auton Aragão com a participação de doze líderes Missionárias; Maria da Natividade do Nascimento, Raimunda Gomes Duarte, Maria das Graças Sousa Francisca Fortuna Cardoso, Antonio Araújo de Brito neto, Débora das Silva Marçal,Maria Ascenção Freitas de Paiva, Mirtes Marques Marreira, Maria das Graças Alves, Maria de Lourdes de Sousa, Rosângela Rodrigues de Sousa e Zilma Gorete Campos.

* Durante a capacitação recebemos visitas animadoras como a de Padre Nonato e Padre Emanuel, que com sua experiência missionária nos incentivaram e nos falaram das dificuldades que viriam.

* Sobre a regência da capacitação estava a coordenação diocesana representada pela Irmã Ana Maria Luciana de Sousa e Tiago Taylor Fialho, que ministraram o curso com muita clareza e empenho, usando de várias dinâmicas e técnicas para facilitar o entendimento do trabalho pastoral a ser realizado pela PPI.

* Foram muitos os desafios que enfrentamos , mas as conquistas também foram muitas, e as alegrias incontáveis neste período de um ano. Estamos aqui esperando mais trabalhadores para a messe para que mais idosos possam ser acompanhados a ter uma velhice com mais respeito e dignidade.

Histórico da Pastoral Nacional (CNBB)

No ano de 1993, houve um encontro providencial entre duas pessoas sonhadoras: Dra. Zilda Arns Neumann – Coordenadora Nacional da Pastoral da Criança, e Dr. João Batista Lima Filho – Médico geriatra e, na época, Presidente da SBGG – Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, seção Paraná.
A Dra. Zilda voltava da celebração dos 10 anos da Pastoral da Criança, celebrada em Florestópolis/ PR e o Dr. João Batista Lima Filho ia a Curitiba para um congresso da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia - SBGG. Encontraram-se no aeroporto de Londrina. Por causa do mau tempo tiveram que esperar horas e acabaram conversando quase um dia inteiro
A Dra. Zilda dizia: “Muitos líderes idosos da Pastoral da Criança me pedem orientações para seus problemas de pressão alta, urina solta, insônia e outros. Quando eu visito as comunidades com a Pastoral da Criança, ouço as líderes dizerem que ao visitar as famílias, além de gestantes e crianças, também encontram pessoas idosas; e estas líderes gostariam de saber orientar também sobre questões de envelhecimento, porém, não conhecem esta área”.O Dr. João Batista, por sua vez, dizia: “Há muito tempo que nos perguntamos na SBGG como poderíamos dar algum tipo de atendimento ou acompanhamento às pessoas idosas de nosso país. Seria interessante termos redes de solidariedade com os idosos, como a Pastoral da Criança tem para com as crianças. O povo brasileiro está envelhecendo e temos que descobrir uma forma de fazer chegar este conhecimento a toda população”.