Semana Santa 2011 da Paróquia de Ipu

sexta-feira, fevereiro 10, 2012
  • Vigília Pascal
A paróquia de São Sebastião de Ipu celebrou com grande ênfase neste sábado a sua vigília Pascal.
A celebração teve inicio às 0h do domingo,perpassando toda a madrugada.

Neste ano a benção do fogo aconteceu no Santuário das Graças, de onde saiu a procissão do fogo até a Igreja Matriz.



Durante a celebração, o padre batizou uma criança ,mostrando assim a importância desta noite para a Teologia do Batismo.

A vigília se encerrou as 5 h por ocasião da procissão de Senhor Ressuscitado.
  • Procissão do Senhor Morto


Em ato de respeito à simbologia do "Senhor Morto", milhares de fiéis participaram, no fim da tarde de ontem (22/04), de procissão pelas ruas do Centro. A caminhada aconteceu depois da celebração, presidida pelo Pároco de Ipu, Padre Raimundo Nonato Timbó de Paiva.

As ruas do centro da cidade e Ipu pareciam pequenas para tamanha fé. Uma multidão seguiu as imagens de Jesus no caixão, levadas por homens, e a de Maria (Nossa Senhora das Dores), levada por mulheres, com clima de piedade, tristeza e meditação. .

A celebração do Senhor Morto é diferente de uma missa. O ato consiste na adoração ao Cristo crucificado, precedida por uma liturgia da palavra e seguida pela comunhão eucarística dos participantes. Um dos momentos mais emocionantes da celebração foi a cena em que os padres convidaram a população a beijar a cruz.

Entre os que acompanham a procissão, está a agente de saúde Nicole Maria de Abreu. Ela disse que participa do evento, numa manifestação de fé. "Tudo o que eu quero eu consigo com ele (Jesus), então venho aqui para agradecer", explica ela.

  • Sexta-feira Santa

Muitos católicos visitaram a igreja matriz
onde estava acontecendo adoração ao santíssimo

Celebra-se hoje (22/04) a Sexta-feira Santa ou Sexta-feira da Paixão, data em que os cristãos lembram o julgamento, paixão, crucificação, morte e sepultura de Jesus Cristo, através de diversos ritos religiosos.

Para os Católicos, este dia pertence ao Tríduo Pascal, o mais importante período do ano litúrgico.
Neste dia, a Igreja celebra e contempla a Paixão e morte de Cristo, por isso é o único dia em que não se comemora, em absoluto, a Eucaristia.