Rádio Vaticano completa 85 anos

quarta-feira, fevereiro 17, 2016
Ao longo destas mais de 8 décadas, os microfones da Rádio Vaticano propagaram a voz de 8 Pontífices, de Pio XI a Francisco.

Concebida pelo engenheiro Guglielmo Marconi, a primeira emissão foi ao ar em 12 de fevereiro de 1931: a voz do Pontífice chegava pela primeira vez aos quatro cantos do planeta.

O Papa Pio XI foi o primeiro a falar aos microfones da Rádio Vaticano. Suamensagem, em latim, abençoava pelas ondas do rádio os fiéis no mundo inteiro.

A Rádio Vaticano cresceu gradualmente, utilizando um número sempre maior de línguas. Em 1939, o conclave, a eleição e a cerimônia de inauguração do pontificado de Pio XII foram comentados em 9 idiomas.

Pio XII visitou, em 1957, o então recém-inaugurado centro de transmissão de Santa Maria de Galeria da Rádio Vaticano.

Um ano depois, em 12 de março de 1958, nascia o Programa Brasileiro.

A partir de 1962, a Rádio Vaticano levou a voz dos Padres conciliares ao mundo inteiro durante o Concílio Vaticano II.
Em 1966, a visita de Paulo VI e a confirmação do Pontífice sobre a maior riqueza da Rádio: a diversidade de idiomas transmitidos, “sua efetiva utilidade”.

Dois anos após a queda do muro de Berlim, em 1991, o Papa João Paulo IIvisitou a Rádio Vaticano por ocasião dos 60 anos da emissora e defendeu a “voz livre dos Pontífices e da Igreja”, transmitidas pela Rádio Vaticano.

Em 2006, no aniversário de 75 anos da Rádio Vaticano, o Papa emérito Bento XVI participa de uma transmissão ao vivo e afirma que a Rádio Vaticano se aperfeiçoou e se sofisticou ao longo do tempo: “uma grande família que não conhece fronteiras”.

Em 13 de março de 2013, os microfones da Rádio Vaticano gravaram pela primeira vez a voz do 8º Pontífice ao longo da história da emissora do Papa: aquele inesquecível “Irmãos e irmãs, boa noite”. 

Signis/Pascom Ipu