Papa à Fundação João Paulo II: "formar a juventude é investir no futuro”

domingo, outubro 23, 2016

Cidade do Vaticano (RV) – O Santo Padre recebeu em audiência, na manhã desta sexta-feira (21/10), na Sala do Consistório, no Vaticano, 250 membros da Fundação João Paulo II, por ocasião dos seus 35 anos de atividades.
Após a saudação do Cardeal Stanislaw Rilko, o Papa fez um breve pronunciamento destacando, inicialmente, o principal objetivo da instituição:
“A finalidade da sua Fundação é manter as iniciativas de caráter educacional, cultural, religioso e caritativo, inspiradas na figura de São João Paulo II, do qual celebramos, amanhã, a memória litúrgica. A sua ação abrange diversas nações, sobretudo a Europa oriental. Numerosos estudantes foram favorecidos em seus estudos, graças à obra desta Fundação. Por isso, encorajo-os a continuar neste compromisso de promoção e sustento em prol das jovens gerações. Formar a juventude é investir no seu futuro”.
Francisco recordou a Jornada Mundial da Juventude, que presidiu na Polônia, mas também dois grandes personagens e filhos da nação polonesa: Santa Faustina Kowalska e São João Paulo II, ambos apóstolos da Divina Misericórdia:
“Possam as palavras e, sobretudo, os exemplos de vida destas duas luminosas testemunhas inspirar seu generoso compromisso. A Virgem Maria, Mãe da Misericórdia, proteja e acompanhe suas atividades”.
Neste sentido, o Santo Padre concluiu dizendo: “Que o Ano Jubilar, que está para concluir, nos leve a refletir e meditar sobre a grandeza da Divina Misericórdia, em um tempo em que o homem, devido aos progressos em vários campos da técnica e da ciência, tende a sentir-se auto-suficiente e emancipado de toda autoridade superior.
Ao invés, como cristãos, recordou por fim o Papa, devemos estar cientes de que tudo é dom de Deus e que a verdadeira riqueza não é o dinheiro, que nos torna escravos, mas o amor de Deus que nos torna livres. (MT)
http://br.radiovaticana.va