Dom Vasconcelos preside celebração de Natal com pacientes e colaboradores da Santa Casa

sábado, dezembro 23, 2017
A tradicional celebração de Natal na Santa Casa de Misericórdia de Sobral atrai pacientes e colaboradores para vivenciarem o verdadeiro sentido do Natal, o nascimento de Jesus Menino. 

Neste ano, o bispo diocesano Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos presidiu celebração da Palavra seguida por unção dos enfermos no setor de Hemodiálise do hospital na quarta-feira, 20, e à noite celebrou Santa Missa para os colaboradores da instituição.

O setor da Hemodiálise acolhe 275 pacientes na Santa Casa, além de 126 atendidos na Clínica Dom Odelir. 
A equipe do hospital conta com 4 enfermeiros, 2 médicos nefrologistas, 55 técnicos de enfermagem, 1 psicólogo e 1 nutricionista exclusivos, além de contar com o serviço social da instituição. Os pacientes vêm de toda a zona norte de cidades como Jijoca de Jericoacoara, Pires Ferreira, Ibiapina, Massapê e Camocim.
De acordo com a coordenadora administrativa do serviço de Hemodiálise da Santa Casa, Shirley Fernandes, é muito gratificante trabalhar com pacientes que têm uma necessidade tão intensa de acolhimento. “Nós tratamos os pacientes como se fossem da nossa família. Nós nos envolvemos com as histórias de vida. É missão”, destaca.


O médico Luiz Derwal Júnior, um dos coordenadores médicos da Unidade de Hemodiálise da Santa Casa, ressaltou que há um esforço constante por melhorias no serviço. “Tentamos sempre dar o que temos de melhor e vamos continuar nos esforçando para superar cada dificuldade”, garante.
Sentido do Natal


Em sua homilia na celebração da manhã, Dom Vasconcelos destacou que é preciso vivenciar o verdadeiro sentido do Natal. “Que o Natal seja de Jesus, não do Papai Noel ou da ceia, das cores, das luzes, das trocas de presentes. É o tempo do renascimento de Jesus nas nossas vidas”, destaca. À noite, o bispo falou aos colaboradores agradecendo por seu trabalho de salvar vidas.


O nascimento de Jesus representa o maior ato de amor de Deus pela humanidade, de acordo com Dom Vasconcelos. “Jesus é o filho do Deus vivo, Deus conosco, Emanuel. É um Deus que veio ao nosso encontro e quis assumir nossa condição humana. Sendo Deus, quis ser humano. Sentiu fome e se alimentou do seio de Maria. Sentiu sede e relatou isso no alto da cruz”, define.


Jesus veio experimentar tudo o que vivenciamos, inclusive a morte para vencê-la. “Jesus veio sentir o que sentimos e experimentou tudo, inclusive a morte, mas a venceu. Ieshua significa ‘Deus salva’. Ele introduziu no seio de Deus a humanidade redimida”.
Celebrar o Natal não é apenas lembrar uma história acontecida há mais de 2 mil anos, mas revivê-la. “Celebramos um memorial, tornamos presentes o mistério de Jesus para que Ele renasça em nossos corações”. Jesus quis vir ao mundo para estar solidário com os sofredores. “Ele venceu todas as dores e a morte e vem hoje para vos trazer a esperança. 
Para dizer: Eu sou o Deus convosco”, diz o bispo.


Sobre o sacramento da unção dos enfermos, o bispo lembrou que já existia com os primeiros discípulos. “É um sacramento de cura e desde o princípio os discípulos diziam que chamassem os presbíteros para rezar pelo povo.”

Teresa Fernandes
Jornalista
Correio da Semana