COMISSÃO PARA A LITURGIA RECORDA UM ANO DO SUBSÍDIO “CELEBRAR EM FAMÍLIA”

março 11, 2021

No próximo dia 22 de março, completa-se um ano da oferta do primeiro subsídio “Celebrar em Família” pela Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O material começou a ser elaborado e disponibilizado para download diante da necessidade de isolamento social para enfrentar a pandemia do novo coronavírus. Na manhã desta quarta-feira, 10 de março, a Comissão esteve reunida e, entre outros assuntos, avaliou o primeiro ano do subsídio.

O primeiro material foi oferecido para o 4º Domingo da Quaresma de 2020, quando as autoridades civis e sanitárias orientavam a necessidade de que a população permanecesse em casa evitando aglomeração de pessoas e, consequentemente, as dioceses interromperam as celebrações eucarísticas presenciais. A celebração em família, desta forma, foi oportunidade de fortalecer a Igreja doméstica, ao celebrar o Dia do Senhor com os familiares, nas casas.

A ideia é que os fiéis católicos vivam a dignidade de povo sacerdotal conferida pelo Batismo e não só acompanhem as celebrações pelas redes sociais e emissoras de TV, mas realmente celebrem em família o Dia do Senhor. Desde a primeira publicação, foram mais de 60 roteiros disponibilizados no portal da CNBB.

Para o bispo de Paranaguá (PR) e presidente da Comissão para a Liturgia da CNBB, dom Edmar Peron, a oferta do material “foi uma ótima iniciativa” e a situação da pandemia reforça a necessidade de continuar. “É o tipo de trabalho que não deveria ser restrito ao tempo de pandemia, porque as pessoas perderam o costume de rezar em casa. E se isso ajuda as pessoas a rezarem em casa, deveria ser subsídio para agora e para depois também. Eu vejo como grande valor a ser considerado também para outros momentos”, comentou dom Edmar.

Intensificar a divulgação

O bispo de Castanhal (PA), dom Carlos Verzeletti, comentou que gostou do material e é a mesma a avaliação do povo na diocese, “mesmo porque não é preparado meses antes, está mais perto daquilo que estamos vivendo, por isso o povo vivencia melhor a liturgia dentro do contexto atual”. Para dom Verzeletti, a sensibilidade de levar em conta a situação que o povo está vivendo “faz uma diferença muito grande”. O bispo ainda partilhou que o material tem sido muito aproveitado pelas comunidades do interior na Amazônia e pediu que houvesse maior divulgação, “sobretudo agora no recrudescimento da pandemia”.

Também ressaltou a necessidade de intensificar a divulgação o arcebispo de Pouso Alegre (MG), dom José Luiz Majella Delgado: “Para mim é uma pastoral digital, é algo que estamos descobrindo e seria muito bom se a gente conseguisse fazer esse trabalho já em parceria com a nossa Comissão de Comunicação”.

Dom Majella ainda ressaltou a iniciativa como “bastante positiva” porque é algo que vem da Conferência, um trabalho nacional, “e aqui que eu vejo que é a grande riqueza”.

 

A equipe de trabalho

Vários colaboradores tem contribuído semanalmente para a construção do roteiro, sob a coordenação do assessor da Comissão para a Liturgia da CNBB padre Leonardo Pinheiro:

– Irmã Veronice Fernandes, pddm
– Frei Claudiano de Aragão Lima, OCD
– Frei Gerson Antônio Cândido, OFMCap
– Frei João Benedito Ferreira de Araújo, OFMConv
– Pe. Sérgio Antonio Pereira Leonel – Diocese de São Carlos (SP)
– Pe. Carlos Henrique Alves de Resende – Diocese de Divinópolis (MG)
– Pe. Reginaldo Rodrigues Celidonio – Diocese de Leopoldina – (MG)
– Pe. Kleber Fernandes Danelon, Diocese de Piracicaba (SP)
– Pe. Patrick da Silva Brandão – Diocese de Duque de Caxias (RJ)
– Pe. Kleber Rodrigues da Silva – Diocese de Taubaté (SP)
– Pe. Marlon Ramos Lopes – Diocese de Osório (RS)

 

Confira os últimos roteiros publicados:

https://www.cnbb.org.br/celebrar-familia/

É possível baixar o roteiro Celebrar em Família também na página de downloads do Portal da CNBB.

 

 

Pauta da reunião

Além da avaliação do primeiro ano do subsídio Celebrar em Família, os bispos e assessores da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB trataram de várias temáticas: encaminhamentos para aprovação de estudo de adequação do Espaço Litúrgico; a preparação para o 13º Encontro Nacional de Arquitetura e Arte Sacra; o trabalho de revisão e diagramação da tradução da Terceira Edição do Missal Romano; sugestões para o Ano de São José; reflexões sobre adaptações das orientações litúrgicas para a Semana Santa 2021, sobre roteiros homiléticos, os vinhos canônicos, a Liturgia em tempo de pandemia, a “pastoral digital para a liturgia”; assuntos de música litúrgica; e novas memórias do calendário litúrgico geral.

FONTE: CNBB 

https://www.cnbb.org.br/comissao-para-a-liturgia-recorda-um-ano-do-subsidio-celebrar-em-familia/